The ongoing Personas project by team member and high-tech prodigy Andy Pearson gives a glimpse into the day-to-day training life of our friends in the Parkour community. What do they carry around when training? Water: check. Mobile: check. Oyster (travel) card: check. Although, the comments on my photo page intrigued someone: "what does he carry this egg for?".

Well, to bring some light to the question. That's my lacrosse ball. A gift Chris "Blane" Rowat gave me some time ago and I've been using for soft tissue massage. You may relate to this: sometimes after training you stretch your fatigued muscles, you go home and have a hot shower, you have a nice night of sleep and yet you feel everything tight the next morning. "I could use a good massage", you think. Many of us don't have the time to stop our routine after every run-jump-climb session for a massage... who am I kidding? Most of us can't afford that. I know I can't.

The more practical, on-the-spot, way I've found to relieve my over active fiber muscles is by using a lacrosse ball. I normally use it for hamstrings and glutes, because I tend to train my lower body more than anything. My lower back is also very pleased when I arrange some time for this kind of stretching.

Below are some video links to help you understand what I'm talking about:

The first one (attached at the bottom of this blog), by Naudi Aguilar, from Functional Patterns, shows a very easy stretch technique using a lacrosse ball for gluteus medius and minimus.

Then, a very simple way to apply it on your hamstrings via the guys from Cross Fit Charlottesville: Hamstring soft tissue work.

And Naudi again shows an extra exercise for your medius and minimus. Don't think this is awkward. Remember, you walk on all fours while training in public spaces: Gluteus medius/ minimus myofascial release.

Many practitioners don't pay enough attention to stretching. If, any. If you want to train for a long time, then you should stretch more. It's just as important as the strengthening bit.

Give it a try. Cheers.

============================

Você já pensou em massagear-se com um ovo?

O projeto Personas do integrante da Parkour Generations e prodígio high-tech, Andy Pearson dá uma espiada no dia a dia dos treinos de nossos amigos da comunidade de Parkour. O que eles carregam quando vão treinar? Água: confere. Celular: confere. Cartão do metrô: confere. No entanto, os comentários na minha foto deixaram alguém intrigado: "Pra quê ele carrega um ovo?".

Bem, vou clarear um pouco a "questã". Essa é minha lacrosse ball - ou bola de lacrosse. Um presente que Chris "Blane" Rowat me deu há algum tempo e que tenho usado para massagens no tecido mole, ou tecido não-epitelial. Você pode se identificar com isso: algumas vezes, depois do treino, você alonga seus músculos fatigados, vai pra casa e toma um banho quente, dorme uma boa noite de sono e ainda assim sente tudo tenso na manhã seguinte. "Eu podia receber uma boa massagem", você pensa. Muitos de nós não tem tempo para parar nossa rotina depois de correr-pular-subir para uma sessão de massagem... quem estou enganado? A maioria de nós não pode pagar por isso. Sei que eu não posso.

A forma mais prática, no ponto, que encontrei para aliviar as fibras super ativas dos meus músculos é usando uma lacrosse ball. Normalmente, uso-a para a parte posterior da coxa e glúteos, por que tenho a tendência de treinar minha parte inferior do corpo mais que qualquer outra coisa. Minha lombar também agradece os cuidados quando arranjo um tempinho para esse tipo de alongamento.

Abaixo, alguns links para ajudarem a entender do que estou falando. Infelizmente, os vídeos são em inglês, mas dá pra acompanhar as imagens e tentar replicá-las:

No primeiro (lá embaixo, depois do texto), Naudi Aguilar, do Functional Patterns, mostra uma técnica de alongamento muito fácil com a lacrosse ball para glúteos médios e mínimos.

A seguir, um jeito bem simples de aplicá-la para a parte posterior da coxa. Pelos caras do Cross Fit CharlottesvilleHamstring soft tissue work.

E Naudi novamente mostra um exercício extra para os méios e mínimos. Não estranhe a pose do sujeito. Lembre-se: você anda de quatro durante seus treinos em espaços públicos: Gluteus medius/ minimus myofascial release.

Muitos praticantes não prestam atenção suficiente aos seus alongamentos. Isso se prestam alguma. Se você deseja continuar treinando por muito tempo, então alongue-se mais. Isso é tão importante quanto a parte de fortalecimento.

Experimente. Bons treinos.